‘Até a alimentação é mais saudável’, afirma beneficiária do Plano Mais IDH em Marajá do Sena

Ouça entrevista:

 


Famílias agora recebem apoio do Estado para produzir e comercializar alimentos. (Foto: Divulgação)



 

Criado pelo Governo do Maranhão como uma estratégia para transformar a realidade social dos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o Plano Mais IDH atualmente representa desenvolvimento econômico para os municípios e fonte de renda para milhares de famílias. Em Marajá do Sena, a vida de Jocelina Costa e de inúmeros maranhenses tem mudado para melhor.

“Até a alimentação é mais saudável. A gente come a salada da horta e o feijão, que antes a gente comprava os quilinhos, hoje temos bastante para colocar na nossa mesa”, conta animada dona Jocelina Costa.

O Plano Mais IDH tem ajudado as famílias com mais qualidade de vida e também com a geração de renda, pois agora os produtores tem um acompanhamento técnico para produzir, além de acesso a recursos para que possam produzir mais e melhor. O agricultor Geová Chaves relata a mudança ocorrida a partir do apoio da gestão estadual.

“Eu sempre vivi da agricultura familiar, mas minha visão era muito parada. Quando a gente recebeu a visita dos técnicos, eles nos incentivaram a ter um pensamento mais positivo. Com o fomento de R$ 2.700 que nós recebemos, aumentamos nosso canteiro, compramos mais galinhas, estamos vendendo pelo PAA. Isso tem nos ajudado bastante na nossa renda, inclusive, este ano, já compramos até uma pop (motocicleta) para a gente andar”, conta Geová Chaves.

O secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, afirma que em três anos da gestão realizada pelo governador Flávio Dino os resultados são expressivos e que uma das marcas do trabalho desenvolvido pela gestão estadual é cuidar das pessoas.

“É muito gratificante ouvirmos depoimentos como o de seu Geová e de dona Jocelina porque mostram que o objetivo de oferecer dignidade, por meio do trabalho e geração de renda, está dando certo. Estamos apoiando com assistência técnica e trabalhamos fortemente para inserir a produção no mercado por meio das feiras da agricultura familiar e por meio das compras institucionais, comprando de quem produz e doando para quem precisa”, destacou Adelmo Soares.

As ações voltadas para agricultura familiar nos 30 municípios do Plano Mais IDH são executadas pelo Sistema SAF – composto pela Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) e Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) – que conta com 90 técnicos prestando assistência técnica para mais de oito mil famílias.

Além do apoio à produção com assistência técnica, o Sistema SAF está executando mais de R$ 2 milhões com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), por meio do qual os agricultores têm a comercialização garantida da produção. Outra forma de apoio à agricultura familiar são os kits feiras – compostos por barracas, balanças, jaleco e EPIs – com o objetivo de estimular a comercialização, geração de renda e desenvolvimento da economia local. As famílias também recebem kits de irrigação para ampliar a produção de alimentos.

 

 


Famílias agora recebem apoio do Estado para produzir e comercializar alimentos. (Foto: Divulgação)